hypnotist
"Well, you only need the light when it’s burning low, only miss the sun when it’s starts to snow, only know you love her when you let her go, only know you’ve been high when you’re feeling low, only hate the road when you’re missin’ home. Only know you love her when you’ve let her go... And you let her go."
Nunca fui elegante. Minhas camisas eram todas desbotadas, encolhidas, surradas, e já tinham cinco ou seis anos. Minhas calças, a mesma coisa. Detestava as grandes lojas, detestava os vendedores, eles se faziam de superiores, pareciam conhecer o sentido da vida, tinham uma segurança que me faltava. Meus sapatos eram sempre velhos e estropiados, e eu detestava lojas de sapatos também. Nunca comprava nada novo, a menos que as minhas coisas já estivessem completamente inutilizadas – automóveis inclusive. Não era questão de economia, é que eu não tolerava ser um comprador na dependência dos vendedores, aqueles caras tão altivos e superiores. Além disso, eu perdia tempo, um tempo em que eu poderia muito bem estar de papo pro ar, bebendo.”
Charles Bukowski.   (via oxigenio-dapalavra)
Espero um dia
poder acordar com tua cara de sono
tua voz quase sem voz rouca
com teu cabelo assanhado
e seu corpo quase sem roupa
espero pelo dia viver uma vida
que não seja essa
essa sem você
espero o dia em que terei tudo
só por te ter todos os dias.”
bc.  (via oxigenio-dapalavra)
Você sabe que te amo? Sabe mesmo? Por favor, diz que sim. Eu sei que você de alguma forma sente todas as boas vibrações que mando todos os dias. Eu penso em você sempre. Te mando beijo, te mando abraço, te mando carinho, te mando o meu melhor. Mas eu não sei lidar com isso, me perdoa.”
Clarissa Corrêa.  (via repouse)
Nunca vou ser o que os outros querem.”
Gonzaguinha.    (via auroriar)